top of page
O SPED Automation® nasceu com a missão de acelerar a transformação digital em Tax por meio

MTP divulga balanço do 3º lote de taxistas e caminhoneiros por UF

Região Sudeste representa mais de 50% dos benefícios pagos nas duas modalidades


Publicado em 04/10/2022 15h06 Atualizado em 04/10/2022 15h07


O Ministério do Trabalho e Previdência divulga nesta terça-feira (4), o balanço por Unidade da Federação, do pagamento do Benefício Taxista e Benefício Caminhoneiro – TAC. Um total de 289.985 motoristas de táxi e 341.506 caminhoneiros de todo o Brasil receberam, no último sábado (24), a parcela do 3º lote.

A região Sudeste concentra o maior número de taxistas que receberam o benefício neste lote (147.614), representando mais de 50% dos auxílios pagos. Entre os destaques por estado estão São Paulo, com 59.944; Rio de Janeiro, com 54.722 e Minas Gerais, com 28.996 motoristas.

Entre os caminhoneiros TAC, a região Sudeste também representa mais de 50% dos benefícios pagos, com destaques para São Paulo, com 100.258; Minas Gerais, com 46.514 e Paraná, na região Sul, com 28.351 caminhoneiros beneficiados.

Um quarto lote de pagamento aos taxistas e caminhoneiros está previsto para o próximo dia 22 de outubro. O período de processamento das informações pela Dataprev ocorrerá entre os dias 12 e 18 de outubro.

Confira as tabelas do Benefício Taxista e do Benefício TAC


Dataprev - A empresa de tecnologia parceira do governo federal é responsável pela análise, cruzamento e checagem dos dados recebidos dos municípios e do DF com informações disponíveis em bases de dados do governo federal, a fim de verificar os critérios estabelecidos. O objetivo é identificar os profissionais elegíveis para receber o benefício.


Pagamento - Os valores serão creditados em conta poupança social digital aberta automaticamente pela Caixa em nome dos beneficiários, com movimentação pelo aplicativo Caixa Tem. Não há necessidade de cadastro ou de envio de dados de conta para o depósito. Caso o beneficiário não movimente a conta em até 90 dias, os recursos ora depositados serão recolhidos ao Tesouro Nacional.

Fonte: Ministério do Trabalho e Previdência Social


3 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo

Commentaires


bottom of page