top of page
O SPED Automation® nasceu com a missão de acelerar a transformação digital em Tax por meio

Extensão de Central de Atendimento em Libras tornará prestação de serviço do INSS mais inclusiva

Projeto-piloto para atender pessoas surdas será adotado em duas agências a partir do fim de abril no Rio de Janeiro.

 

Publicado em 18/04/2024 12h25

 

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terá um atendimento mais inclusivo no Rio de Janeiro. O órgão vai prestar serviços a pessoas surdas no estado usando a Língua Brasileira de Sinais (Libras) por meio da Central de Atendimento em Libras (CAL). Será adotada em dois locais: na Agência da Previdência Social (APS) Niterói Bairro de Fátima, na Região Metropolitana, e no Centro Integrado de Atenção às Pessoas com Deficiência (Ciad), no Centro do Rio. Os serviços em Libras estarão disponíveis a partir do dia 29 de abril.

 

A iniciativa é parte de um projeto-piloto da Diretoria de Benefícios (Dirben) para extensão da CAL, instituída pela Portaria Dirben/INSS 1.178, de 22 de novembro de 2023. Entre os dias 22 e 26 de abril, uma equipe da central estará no Rio envolvida no processo de treinamento de servidores do INSS, sensibilização de gestores e fará visitas a entidades (instituições de ensino e associações), ligadas à comunidade das pessoas surdas. No dia 24, Dia Nacional de Línguas de Sinais, ocorrerá uma palestra no Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines). Neste dia, haverá atendimento de serviços previdenciários no local para os participantes.

 

“A Central de Atendimento em Libras é um projeto idealizado por vários servidores do INSS com o objetivo de promover a inclusão previdenciária da pessoa surda no INSS. Germinado há mais de dez anos, atualmente utiliza tecnologias da informação e comunicação para viabilizar o atendimento humanizado, acessível e efetivo à pessoa surda. Ela se torna uma realidade no Rio de Janeiro. O apoio dos gestores, em nível estratégico do INSS, transformou este sonho em realidade", afirmou José Wilker, coordenador da CAL e chefe do Serviço de Gerenciamento de Benefícios Gerência João Pessoa (PB) do INSS, que estará no Rio participando do lançamento do projeto-piloto.

 

Segundo Wilker, os dois locais que prestarão os serviços em Libras farão os atendimentos sempre às terças-feiras. Serão disponibilizadas quatro vagas por semana em cada uma das agências com o projeto-piloto. Os usuários poderão agendar os serviços em Libras através da Central 135 ou presencialmente nas duas agências do INSS no Rio.

 

“Projetos-piloto para atendimento de segurados surdos utilizando Libras são essenciais para garantir a inclusão e acessibilidade de todos os cidadãos ao sistema de seguridade social. Ao oferecer suporte na língua de sinais, tais iniciativas promovem a igualdade de acesso aos serviços e fortalecem os laços de comunidade e respeito à diversidade", afirma o superintendente regional do INSS/RJ, Marcos Fernandes.

 

José Wilker explica que, na data marcada, o segurado será atendido por um servidor treinado em Libras em uma sala com computador e câmera, por meio de videochamada, pelo aplicativo teams. Atualmente, dez servidores de várias regiões do país estão aptos ao atendimento. A pessoa deverá levar os documentos na agência do INSS escolhida para ser atendida. O serviço é restrito à pessoa surda agendada que conversará em Libras com o servidor do INSS. Assuntos relacionados a outros cidadãos não serão abordados.

 

““O servidor do INSS fará o atendimento remoto. Prestará todas as orientações aos cidadãos que terão acesso a todo tipo de serviço que o INSS oferece, como aposentadorias e pensões, entre outros”, explica o coordenador.

Além do Rio de Janeiro, o INSS já oferece o atendimento em Libras para pessoas surdas na cidade de São Paulo (SP) e em Sorocaba, no interior paulista. Desde dezembro do ano passado, outras duas agências do INSS em Alagoas, também já fazem o atendimento em Libras.

 

“O movimento é muito importante para o INSS garantir a inclusão social e a humanização no atendimento para pessoas surdas”, destacou Antônio Negrão, gerente-executivo do INSS-Rio de Janeiro.

 

 Max Leone/Ascom, com a colaboração de André Vianna da ACSRJ 

 

Fonte: Instituto Nacional do Seguro Social

 

2 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo

FGTS registra lucro recorde de R$ 23,4 bilhões em 2023

Remuneração das contas supera o IPCA no ano e o maior lucro da história conta com a receita extraordinária de valorização de ativo do FGTS Atualizada em 18/07/2024 às 12:31 O FGTS registrou, no exercí

댓글


bottom of page