top of page
O SPED Automation® nasceu com a missão de acelerar a transformação digital em Tax por meio

Acerto pós-perícia: o que fazer quando o pedido no INSS segue pendente

Realizou avaliação de perícia médica mas seu pedido de Benefício por Incapacidade Temporária (antigo auxílio-doença) está com pendência? Confira como agir


Publicado em 07/08/2023 17h54 Atualizado em 07/08/2023 18h35


Ao requerer o Benefício por incapacidade temporária, o antigo auxílio-doença, o segurado passa pela avaliação da perícia médica, seja presencialmente em uma Agência da Previdência Social, ou por meio de análise documental (Atestmed) com o envio de atestado médico pelo Meu INSS. Concluída a fase do atendimento médico, o resultado sai no mesmo dia, a partir de 21 horas, nos canais de atendimento do INSS, que são o aplicativo Meu INSS ou o telefone 135.


Caso não saia o resultado, pode ter ocorrido pendência por cadastro desatualizado quanto a vínculos empregatícios ou informações pessoais. A situação pode ser resolvida com o agendamento do serviço “Acerto pós-perícia” pelo telefone 135.


O Benefício por incapacidade temporária se destina ao segurado do INSS que está incapacitado por para o trabalho por mais de 15 dias corridos, por motivo de doença ou acidente.


Para ter direito a este benefício, é necessário que o segurado tenha 12 contribuições mensais em dia, exceto em caso de acidente de trabalho ou doenças isentas de carência previstas em lei. Caso tenha perdido a qualidade de segurado, ou seja, parou de contribuir ao INSS, deve cumprir metade da carência para recuperar a qualidade de segurado (menos em casos de acidente).


Para a avaliação da incapacidade, é necessário apresentar atestado médico e demais comprovantes do tratamento de saúde, como exames, receitas ou laudos médicos.


É importante que o requerente acompanhe o site ou aplicativo Meu INSS e o e-mail cadastrado para receber mensagens com a tramitação do pedido, e eventuais necessidades de acerto de dados cadastrais, seja anexando confirmação de vínculo empregatício ou de atividade rural, no caso dos segurados especiais.


Enfrentamento de filas

No Ceará, segurados da região do Cariri podem contar com mais rapidez na liberação do pagamento do Benefício por incapacidade temporária. A Gerência-Executiva do INSS em Juazeiro do Norte (CE) zerou as tarefas pendentes de acerto pós-perícia, seja de trabalhadores urbanos ou rurais.


“Nossa meta é manter, no que depender da análise administrativa, essa fila zerada ou no máximo com 5 dias”, comentou o chefe do Serviço de Gerenciamento de Benefícios Cezar Macedo.


Na capital, Fortaleza, o serviço de acerto pós-perícia foi ofertado para os atendidos no mutirão de perícias médicas realizado nos dias 22 e 23 de junho, quando foram concluídas 519 avaliações médico-periciais.


E na região norte do estado, uma das Agências da Previdência Social de maior fluxo, Sobral, o requerente sai da unidade com a indicação de ligar para o telefone 135 e pedir o acerto de dados caso o resultado da perícia médica não esteja disponível no mesmo dia.


Fonte: Instituto Nacional do Seguro Social


2 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo

Comentários


bottom of page